Buscar
  • Sinsenat

Retorno ao trabalho presencial: MPT recepciona denúncia do Sinsenat e marca mediação


Diante da denúncia apresentada pelo Sinsenat contra o decreto do prefeito Álvaro Dias, que determina a volta ao trabalho presencial e coloca os servidores dos grupos de risco da Covid-19 como incapacitados ao trabalho, o Ministério Público do Trabalho (MPT) marcou audiência de mediação para esta quarta-feira (10), às 9h.


O decreto, publicado no último dia 2 de fevereiro, estabelece o retorno do trabalho presencial dos servidores públicos em meio à pandemia do coronavírus e “impõe aos servidores dos grupos de risco não receber normalmente seus salários, já que terão que passar pela junta médica, colocando atestado para entrar em auxílio-doença”, esclarece a coordenadora do Sinsenat, Soraya Godeiro.


O Sinsenat reforça a orientação dada desde a publicação do decreto, para que os servidores não voltem ao trabalho e aguardem a realização da medição pelo MPT.

139 visualizações0 comentário
  • Instagram ícone social
  • Facebook Social Icon
  • YouTube ícone social

© 2019 

Website criado pelo SINSENAT