Buscar
  • Sinsenat

Nota de Repúdio II



Pela presente nota, a Gestão Somos de Luta (SINSENAT) vem a público trazer novas evidências acerca da última nota repudiando a postura de setores da oposição e sua assessoria jurídica que, a todo e qualquer custo, tentava expor milhares de servidores à aglomeração e ao vírus tão mortal em meio a uma pandemia. O que não foi possível, graças aos cuidados da atual gestão do SINSENAT e da Justiça do Trabalho, que decidiu em defesa da saúde e da proteção da vida.


Como já alertamos em outras oportunidades, é notório o alinhamento entre as ações da oposição e do governo municipal. Um alinhamento que busca enfraquecer o SINSENAT e, por tabela, retirar mais e mais diretos dos servidores públicos municipais de Natal. Na nota passada, apresentamos o nosso repúdio que, de lá para cá, só aumentou, em razão das informações trazidas por servidores e que pudemos verificar veracidade por informações oficiais do próprio Município do Natal.


Para nós, é escandaloso que a oposição tenha contratado justamente o escritório que tem como sócio um dos procuradores do município. Se não bastasse o alinhamento político e antissindical, tal relação se mostra cada vez mais íntima e avança contra os dirigentes sindicais, contra o SINSENAT e contra seus filiados e filiadas.


O curioso é que, enquanto o procurador em questão recebeu R$36.050,04 (brutos) no mês de janeiro de 2021, o governo ao qual ele defende e que tal setor da oposição se alinha, nega, há anos reajustes dignos e impõe a inúmeros servidores um salário base de pouco mais de R$700,00. Tal postura da oposição mostra sua verdadeira face e deixa claro quais os verdadeiros interesses que ela defende.


Pontuamos que respeitamos a advocacia, seus membros e prerrogativas, no entanto, não podemos deixar de destacar que nos causa estranheza e perplexidade tanta proximidade, não jurídica e/ou advocatícia, mas política e ideológica dos que acima citamos.


Por fim, esclarecemos ainda que seguiremos em defesa de todos os direitos dos nossos filiados e filiadas, bem como dos servidores públicos municipais em geral, e que permaneceremos na luta para derrotar a aliança de setores da oposição e do governo municipal.


Em defesa da saúde e da vida, nenhum direito a menos!



Gestão Somos de Luta — SINSENAT

Natal, 03 de fevereiro de 2021.

43 visualizações1 comentário
  • Instagram ícone social
  • Facebook Social Icon
  • YouTube ícone social

© 2019 

Website criado pelo SINSENAT