Buscar
  • Sinsenat

Dia Nacional de Mobilização em defesa da Educação Pública e de Qualidade

O SINSENAT participou do Dia Nacional de Mobilização contra os cortes de verbas na educação e contra a reforma da Previdência propostos pelo governo Bolsonaro. Milhares de pessoas ganharam as ruas de Natal, mais uma vez, nesta quinta feira (30). Os cortes ameaçam a manutenção dos Institutos Federais e das Universidades.

Este é o segundo dia de protestos pelo país contra os cortes anunciados pelo governo federal na educação. Nesta quinta-feira (30), milhares de brasileiros ocuparam as ruas de cidades de todo o país em mais um tsunami em defesa do ensino público e da aposentadoria, rumo à greve geral do dia 14 de junho.


A mobilização contou com a participação de profissionais da educação, estudantes e trabalhadores de diferentes categorias e outros setores da sociedade. A mobilização foi convocada pela União Nacional dos Estudantes (UNE) e a União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES), contam com apoio da CUT e de entidades filiadas à Central, como a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), a Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal (Confetam) e a Federação Única dos Petroleiros (FUP).


Dados:


Em março, por meio de decreto que bloqueou R$ 29 bilhões do Orçamento 2019, o governo federal contingenciou R$ 5,8 bilhões da educação. Desse valor, R$ 1,704 bilhão recai sobre o ensino superior federal.

Em maio, a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) informou sobre a suspensão da concessão de bolsas de mestrado e doutorado.



0 visualização
  • Instagram ícone social
  • Facebook Social Icon
  • YouTube ícone social

© 2019 

Website criado pelo SINSENAT